,haw
Retorno Rolagem parar Modo automático

Agricultura: problemas e poluição, novas técnicas e soluçõesE se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

Agricultura e do solo. controle de poluição, recuperação do solo, húmus e novas técnicas agrícolas.
Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6740
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 454

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Ahmed » 15/08/18, 10:07

Claro! Mas o que é chocante é fingir emancipar-se (um pouco) desse petróleo substituindo parcialmente os produtos agrícolas que são apenas derivados do petróleo, energeticamente falando. Isso é uma reminiscência da remoção de galhos na floresta para produzir combustível que seria compensado por insumos de fertilizantes químicos, eles próprios derivados de produtos de petróleo ... : Roll:
1 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."

Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 47152
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 434
contato:

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Christophe » 22/08/18, 14:10

Eu digo que não digo nada ...

Agricultura: bio tão eficaz quanto pesticidas contra pragas

HELENE GULLY 21 / 08 para 19: 59Update 22 / 08 para 11: 15

De acordo com um estudo do INRA, o cultivo orgânico é pelo menos tão eficaz quanto sua alternativa convencional contra "pragas".


https://www.lesechos.fr/industrie-servi ... 199159.php
0 x
Este fórum foi útil ou aconselhável? Ajude-o também então ele pode continuar a fazê-lo! Artigos, análises e downloads na parte editorial do site, publicar a sua! Saia (parte de) suas economias do sistema bancário, compre cripto-moedas!
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6049
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 70

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Janic » 22/08/18, 15:56

Christophe escreveu:Eu digo que não digo nada ...

Agricultura: bio tão eficaz quanto pesticidas contra pragas

HELENE GULLY 21 / 08 para 19: 59Update 22 / 08 para 11: 15

De acordo com um estudo do INRA, o cultivo orgânico é pelo menos tão eficaz quanto sua alternativa convencional contra "pragas".


https://www.lesechos.fr/industrie-servi ... 199159.php


Exatamente! É mesmo uma das regras da cultura biológica dos pioneiros que a natureza se equilibra naturalmente e é a intervenção humana que faz do bazar pelas suas monoculturas os seus fertilizantes artificiais, os seus sucessivos tratamentos, a sua destruição de sebes, etc. ..
Para a anedota, eu plantei tomate "orgânico" e verifica-se que no todo eu tenho apenas um pé com mofo, todos os seus tomates são afetados e todos os outros pés estão intactos , Eu não trato nada de forma óbvia e não tomo ervas daninhas especialmente e dou-lhes água apenas com moderação e, apesar disso, eles, os outros, são como um encanto. Fiz o mesmo achado em linhas de feijão, onde apenas alguns pés raros eram parasitados, mas não tratados, enquanto todos os outros cresciam sem parasitas. A mesma coisa para batatas infestadas com CEC no primeiro ano (levantadas à mão), quase no segundo ano e em todo o 3 ° ano.
Respeite as leis da natureza e ela o recompensará (talvez não cem vezes), mas em termos de saúde: sim! : Cheesy:
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6740
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 454

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Ahmed » 22/08/18, 16:13

A natureza se equilibra, mas às vezes com fortes variações em torno de uma linha mediana.
Claro, a partir do momento em que mudamos um parâmetro massivamente, ou corrigimos o erro, ou mudamos os outros, então outros ... É óbvio que este último passo foi seguido, numa perspectiva de correção infinita das conseqüências da técnica. A tecnologia, ou melhor, o seu uso (mas contém este uso!), É o resultado de uma ideologia antes de ser a filha da invenção.

* No sentido de todos os usos que podem ser feitos dele.
0 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6049
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 70

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Janic » 22/08/18, 16:45

Você está absolutamente certo! O problema, aqui como para outras coisas, é o medo que atormenta os indivíduos que preferem um a dois você terá e viu minha idade canônica ( : Cheesy:Tenho a memória dos velhos camponeses que viam com maus olhos todo esse modernismo e seus filhos acreditando, olhos arregalados com essas promessas pai-noelistas de mais rendimento e, portanto, de rentabilidade econômica, mas com denunciantes que gritavam com a ilusão a longo prazo dessas promessas e são os denunciantes que, como sempre, estavam certos.
Então, se o ir, a flor na arma, foi rápido; o retorno, o rabo entre as pernas, só pode ser mais lento porque é sempre difícil perder suas ilusões e admitir a derrota (exceto alguns heróis da última hora ... siga meus olhos!) :?
Então sim! Há disparidade inevitável (caso contrário, voltamos ao esquema que queremos tirar da padronização) e até mesmo desejável onde os agricultores podem encontrar suas verdadeiras raízes ... e sua saúde, ameaçada por todos esses dispositivos do mundo. agroquímicos.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest

Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6740
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 454

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Ahmed » 22/08/18, 17:36

Eu conheci os antigos camponeses que estavam suspeita (provavelmente por ter conhecido um monte de promessas quebradas!), Mas eu acho que a sua relutância contra o modernismo foi devido principalmente ao sentimento generalizado de que isso mudaria tanto quanto as condições de cultura. Não vamos esquecer que os camponeses eram tanto um estilo de vida quanto uma profissão. É claro que eles não têm todos os elementos para tentar colocar em palavras esse sentimento, de modo que na frente, os promotores de agroquímicos eram especialistas em manuseio, em meio a uma expansão necessária da produção nacional . De qualquer forma, seja qual for a sua escolha, eles eram objectivamente certeza de perder, porque as regras foram definidas por outros ... : Roll:
0 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6049
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 70

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Janic » 22/08/18, 17:46

mas acho que sua relutância em relação ao modernismo se deveu principalmente ao sentimento difuso de que isso perturbaria muito mais do que as condições da cultura.
é isso! E os jovens camponeses da época estão agora na mesma situação de conservadorismo por medo de perder seus rolamentos habituais; NPK, tratamentos preventivos e curativos (a mesma coisa acontece na medicina humana e, portanto, na "monocultura"), (glifosato : Cheesy: ) e outros hábitos bem ancorados nas cabeças. E a biografia (comercial) aparece para eles como o novo eldorado e em qualquer caso uma possível saída do sistema que os arruina e mata.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Avatar de l'utilisateur
izentrop
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 3122
Inscrição: 17/03/14, 23:42
Localização: picardie
x 172
contato:

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela izentrop » 23/08/18, 00:02

0 x
Cum hoc ergo propter hoc ... Em outras palavras: Correlação não é causalidade.
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6049
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 70

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela Janic » 23/08/18, 07:52

Nada óbvio, não empacote.
Não é uma questão de ficar animado, mas simplesmente ver o que os ABs vêm fazendo desde a sua origem e que estão descobrindo "oficialmente" agora com muito atraso. E isso segue ou acompanha a mesma conclusão com medicamentos alternativos eficazmente em diantrato bem aplicados.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Avatar de l'utilisateur
izentrop
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 3122
Inscrição: 17/03/14, 23:42
Localização: picardie
x 172
contato:

Re: E se o BIO fosse um LURE ..... euuuuuh!

não lu mensagempela izentrop » 23/08/18, 16:02

Nada óbvio porque
Estes resultados abrem perspectivas interessantes para reduzir o uso de pesticidas sintéticos.
Os pesticidas orgânicos não estão preocupados, é apenas para palestrar convencional.
Finalmente, sistemas de cultura AB mostram os níveis de infestação por ervas daninhas ( "Weeds") mais elevados do que os sistemas de cultivo AC: a sua presença é provável que contribuem para a diversidade de espécies antagonistas de pragas, criando um meio ambiente potencialmente menos propício a doenças e pragas.
As culturas de campo não parecem preocupadas, porque em qualquer caso as ervas daninhas são eliminadas devido à sua competição com plantas cultivadas e à acomodação de doenças e pragas.

Como não há herbicida orgânico, eles trabalham a terra com mais frequência, resultando em maior erosão do solo.
0 x
Cum hoc ergo propter hoc ... Em outras palavras: Correlação não é causalidade.




  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Agricultura: problemas e poluição, novas técnicas e soluções"

Quem está online?

Usuários no Fórum: Bing [Bot] e os hóspedes 2