,haw
Retorno Rolagem parar Modo automático

Agricultura: problemas e poluição, novas técnicas e soluçõesAgroecologia dobraria a produção agrícola

Agricultura e do solo. controle de poluição, recuperação do solo, húmus e novas técnicas agrícolas.
Avatar de l'utilisateur
sen-no-sen
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5559
Inscrição: 11/06/09, 13:08
Localização: Alta Beaujolais.
x 211

não lu mensagempela sen-no-sen » 21/09/13, 19:43

Did67 escreveu:
E organizar as trocas.

Mas há limites de curso para isso, incluindo o impacto dos transportes ...


Ele vai de qualquer maneira tackle transporte, deixe-mar sozinho.
Quando sabemos que o maior porta contentores 15 Mundial poluir mais do que toda a frota global!
0 x
"Genius, por vezes, consiste em saber quando parar" Charles De Gaulle.

raymon
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 901
Inscrição: 03/12/07, 19:21
Localização: vaucluse
x 8

não lu mensagempela raymon » 21/09/13, 20:00

para suportar um pouco essa discussão eu aconselho a assistir a um filme ou Comparando os resultados da agricultura química para a agricultura biológica:

as colheitas do futuro:

http://www.youtube.com/watch?v=_yu7Z9ARtkU

ou falamos especialmente do milpa México e os push-pull na África, é claro que a agricultura biológica pode ser extremamente produtivo.
0 x
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 12478
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 4155

não lu mensagempela Did67 » 21/09/13, 21:31

Neste filme você vai ver o Wentz, de que falei anteriormente.

Visitei lá. Eu preparei e supervisionado uma visita de técnicos franceses. Isto é extremamente interessante. Mas os rendimentos não são os quintais 100 / ha de agricultura química!

Ele ainda é extremamente rentável, porque muito pouca energia (até), pouco de fertilizante e, especialmente, sob o rótulo productoion Demeter é muito bem valorizado no curto Cirucit.

Mas é extensiveness [com uma infinidade de benefícios a ele !!! Não discuto].

Depois, na verdade, os "revitalização" sistemas empobrecido pode ser spactaculaire.

Mas, novamente, você tem que pensar um pouco de análise: sistemas tradicionais africanas foram baseados no tempo de pousio para que a terra descansa e sobre a transferência "horizontal" da fertilidade: os animais pastam no mato e voltar ao cerco à noite, onde eles depositam seus excrementos ...

Estes sistemas são queimados hoje: fato demografia que não há "espaço suficiente". Eu estudei há quinze anos que se mostraram 15 / 20 hbts quilómetro quadrado, no clima do Sahel (pelo 3 meses da estação chuvosa / meses 9 de estação seca), o sistema caiu ... a procvessus de metamorfose começou désrtification (desertificação não é o avanço do deserto, mas a perda de fertilidade, a instabilidade ea erosão do solo, a imigração ... mesmo se o estágio final pode ser a instalação do deserto].

Então, sim, há, hoje nós terra "desidratada", que quase não produzem nada ... e agro-florestal, em particular, dá recursos. O "parques albida" [típico de Burkina Faso e na região de Zinder do Níger] já autorizados a "subir" para 40 habts / km².

Então, sem ser muito técnico, confirmo que esses sistemas podem ser revitalizados por agrofloresta e ver seu potente duplo ...

Apenas a situação geral é matizada. O Wentz são provavelmente muito mais "eco-friendly" ou natural, mas produzem menos (mas melhor). Além disso, sistemas agroflorestais pode revigorar os pisos agredidas e dobrar ou triplicar o potencial ... No entanto, essas inovações não generalizar assim! Para um "bom exemplo" filmado na TV, como o xadrez ???
0 x
Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6549
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 428

não lu mensagempela Ahmed » 21/09/13, 22:11

Obrigado, Did87Para a sua resposta à minha pergunta: eu suspeitava que esta omissão resultou como um atalho. Para muitas pessoas, o solo é um original de dados, enquanto o resultado de um processo criativo lento, onde as florestas desempenham um papel importante (embora não exclusivo). O paradoxo é que a agricultura cresceu lutando contra uma floresta considerada antagônica!

sistemas agrícolas têm, como você notar, a relevância para uma certa escala (provavelmente como outros sistemas produtivos *) e não funcionam quando extrapolação ou aumento das necessidades.

Quando você fala sobre a fome irlandesa, a desconfiança, não é uma questão (como já escrevi em resposta a Bobfuck) Um problema agrícola, mas o resultado do desenvolvimento sócio-política.

* É por isso que o processo auto-destrutivo prazo da operação econômica generalizada hoje. O saldo puramente patrimonial dessas atividades pode parecer muito positivo, no entanto, só é possível por um extextactivity frenética que é a cara e que é, é extremamente negativo, pois suicida.
0 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5835
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 60

não lu mensagempela Janic » 22/09/13, 08:02

sen no sen Olá
Ele vai de qualquer maneira tackle transporte, deixe-mar sozinho.
Quando sabemos que o maior porta contentores 15 Mundial poluir mais do que toda a frota global!
devemos comparar como com gosto! O gasto de energia teria sido necessário para transportar a mesma quantidade de mercadorias por via rodoviária, ferroviária ou aérea (assumindo uma rede existente)?
0 x

Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 12478
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 4155

não lu mensagempela Did67 » 22/09/13, 09:53

Ahmed escreveu:
Quando você fala sobre a fome irlandesa, a desconfiança, não é uma questão (como já escrevi em resposta a Bobfuck) Um problema agrícola, mas o resultado de uma evolução socio-políticos ..


Sim, mais uma vez, eu simplificado.

E mais uma vez, acho que vai acabar sendo certo?

Estas são duas coisas:

a) um problema demográfico-agronômico, cujos ingredientes são: aumento populacional, alimento básico = batata; ataque severo de mofo

b) um sistema sócio-político não só não é capaz de lidar com isso, mas também organiza: libertar os proprietários pobres, cujas terras são tomadas pelos proprietários de terras ...

Cen não é "apenas um)" ou "apenas b)", mas "a) + b)"

Mas eu acho que teria sido uma "crise agrícola", poderíamos ter gerido melhor se houvesse b) (assim teria existido, mas não nos historicamente famosos proporções)
0 x
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 12478
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 4155

não lu mensagempela Did67 » 22/09/13, 10:00

Ahmed escreveu:
* É por isso que o processo auto-destrutivo prazo da operação econômica generalizada hoje. O saldo puramente patrimonial dessas atividades pode parecer muito positivo, no entanto, só é possível por um extextactivity frenética que é a cara e que é, é extremamente negativo, pois suicida.


Ja estou entre aqueles que pensam que o sistema está a preparar tempos difíceis:

a) o crescimento da população
b) alteração do crescimento económico avce comprtements alimentos: carne, alimentos processados, a obesidade está crescendo rapidamente na China ...
c) outros usos da terra: concretas / betume e demanda de energia
d) o livre comércio com o desmantelamento dos mecanismos de segurança: a regulação do mercado (não há praticamente nenhuma arppeler Se os snégociations em Bruxelas em torno da "garantia de preços agrícolas"), os estoques mais baixos (uma poupança apenas no tempo - se! Recall "montanhas de manteiga" ou leite em pó), a especulação (em Chicago, que vendem produtos agrícolas que não tenham sido prduits e isso determina o RPIX à farinha ou milho Egito no México!)

Não vejo como essa equação não pode ser explosiva.

Suponha que eu sou pessimista ... Isso acontece com os "velhotes" [termo que eu autogratifié em não sei qual fio]
0 x
raymon
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 901
Inscrição: 03/12/07, 19:21
Localização: vaucluse
x 8

não lu mensagempela raymon » 22/09/13, 11:10

Não vejo como essa equação não pode ser explosiva.

A menos que as ideias de downsizing, a consciência individual e coletiva desenvolve uma revolução no sentido positivo ocorre. Será mais cedo ou mais tarde.
Agroflorestal ou milpa tipo de cultivo fazem parte da revolução, algumas das ideias desenvolvidas neste site e outros também pertencem.
Para voltar sobre a importante questão da agricultura é o nitrogênio de carbono razão, as entradas e as exportações, na milpa não há fornecimento externo de gênero BRF carbono, mas não é a recuperação da o nitrogênio do ar por leguminosas (feijão)
Na verdade, os sistemas de 2 são interessantes, mas adaptamos algumas áreas mais ou menos povoadas.
0 x
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 12478
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 4155

não lu mensagempela Did67 » 22/09/13, 12:52

Para nós também, a principal "revolução agrícola" foi a introdução de leguminosas no lugar do pousio de três anos! (? 18ème século Estou seguro de repente - com preguiça de rehcercher)

Ele foi esquecido com energia barata (fertilizantes nitrogenados barato), a especialização das regiões (aqui o cereal; lá, reprodução ...)

Mas todos os sistemas "europeu" gradualmente voltando um pouco para isso.

Isto pode ser feito em um emaranhado, tipo milpa. Ou em rotação. Isso não muda nada! 1 / 3 da "área foliar" (captação de energia) "ocupada" por um legume como um milho ou um legume todos os anos 3 é quase kifkif. Quaisment eu digo, porque você pode arranhar um pouco, o preço de uma obra não mecanizada ...

[Eu faço isso no meu jardim; além da BRF, que moderar o uso amarrado a "resíduos" size / hemming meus rabres e sebes, eu coloquei um monte de trevo egípcia]

Não idealizar o milpa: o relatório não diz nada sobre a produtividade global do sistema! Quantos "bocas" você pode alimentar com 1 ha? O que vemos é que a família come bem. Ela provavelmente vender alguns para comprar outros produtos não produzidos ... Este é um modelo "relativamente" autárquico inaplicável nas nossas sociedades. Exceto "revolução" como mencionado acima, eu não posso ver 70% do retorno da população à terra (Pol Pot tentou - Humor negro - Mas o humor]

[Da mesma forma, o filme é gasto em extensificação em Wentz, que inclui 2 horas de discussão com o pai ou o filho e questões específicas 3; mas hey, o filme não "avaliar"; foi um apelo por uma "alternativa" e não pode "confundir" com ligeiras diferenças; Direito triste mídia! Mas tomá-lo como tal]
0 x
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 12478
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 4155

não lu mensagempela Did67 » 22/09/13, 13:00

raymon escreveu:
a importante questão da agricultura é o nitrogénio de carbono relação, entradas e exportações.


Posso corrigi-lo um pouco sem ficar bêbado?

Le harmonia C / N é para compostagem! Há um problema de fornecimento equilibrado para as bactérias essa corcunda de forma rápida e "calor" do trabalho, sem sucos fluindo e sem anaeróbio gerador de fermentação de metano (poderoso gases de efeito estufa se não for não recolhido).

A agricultura é ciclos precisamos falar:

- Ciclo do nitrogênio, com entradas no sistema de "campo": fertilizantes, compots restos de plantas e amostras de plantas urtigas (parte exportada do campo); enriquecimento de um ciclo esgotados por perdas pode ser realizado por: a) adubos; b) a transferência horizontal (BRF) c) impulsos que captam o nitrogênio do ar eo fixa

- Ciclo de carbono: é beaucouyp mais simples; = CO² fonte a partir do ar, em quantidade! plantas fotossintéticas, "bater palmas" na reserva; quando a biomassa se decompõe aerobicamente (composto, brûlis, a digestão + respiração), o CO² é liberado de novo; portanto, o argumento de que o aquecimento com biomassa é CO² neutro; O mesmo vale para "comer" de biomassa; após CO² "emprestada do ar" é encontrado na forma de CO no ar! E quando nós queimamos madeira, que utlise de soliare el'énergie armazenado pelas plantas. Quando você executa também!

O C nesta história, é como baterias: sozinho ou com a H na biomassa, é "recarregado" com a energia; forma oxidada de CO² é um desperdício sem energia; Clorofila execuções carregador estas baterias!
0 x


Voltar para "Agricultura: problemas e poluição, novas técnicas e soluções"

Quem está online?

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado e convidados 2

Outras páginas que certamente o interessarão: