,haw
Retorno Rolagem parar Modo automático

Os combustíveis fósseis: petróleo, gás, carvão, energia nuclear (cisão e fusão)A maior fonte de energia primária, CARVÃO

Petróleo, gás, carvão, nuclear, PWR, EPR, fusão quente, ITER, térmica, cogeração, trigeração. Peakoil, esgotamento, economia, tecnologias e estratégias geopolíticas.
moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 3547
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 304

Re: A maior fonte de energia primária, CARVÃO

não lu mensagempela moinsdewatt » 07/08/18, 00:50

Resseguradora Munich Re se retira do carvão

06 / 08 / 2018 Frankfurt awp / afp

A gigante alemã de resseguros Munich Re está saindo de suas atividades no carvão, por causa da transição energética em curso devido ao aquecimento global, anunciou segunda-feira seu chefe na imprensa.

"Vamos parar para garantir usinas de carvão ou minas de carvão individuais nos países industrializados", escreveu CEO do grupo, Joachim Wenning, em um artigo publicado pelo Frankfurter Allgemeine Zeitung.

Esta decisão sofrerá com exceções "em clientes ativos ou em países emergentes", onde a situação será examinada caso a caso.

Como um investidor nos mercados financeiros, o grupo de Munique também tem parar de colocar seu dinheiro em ações ou títulos corporativos "que realizam mais de 30% do seu volume de negócios em carvão", acrescentou Wenning .

Por trás dessas decisões, o fato de que o carvão está entre os combustíveis fósseis, que emite as emissões de dióxido de carbono (mais CO2), ameaçando o objectivo de limitar o aumento da temperatura global para 2 ° C em o acordo global de Paris assinado em 2015 contra o aquecimento global.

O Munich Re segue os passos de outros grandes nomes da Europa. A Swiss Swiss Re, a francesa Scor e a Axa, a alemã Allianz e a italiana Generali já fizeram anúncios semelhantes.

Como o último, a Munich Re pretende transformar em energia limpa.

Esse novo desligamento tem peso na Alemanha, onde cerca de 40% da eletricidade vem do carvão.

A ONG ambiental Urgewald segunda-feira saudou "um passo positivo" Munich Re, mas "que não vai suficientemente longe", o grupo deixando a possibilidade de assegurar usinas a carvão nos países em desenvolvimento, particularmente na Ásia

https://m.zonebourse.com/MUENCHENER-RUE ... -27063125/
0 x

Avatar de l'utilisateur
izentrop
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 3122
Inscrição: 17/03/14, 23:42
Localização: picardie
x 172
contato:

Re: A maior fonte de energia primária, CARVÃO

não lu mensagempela izentrop » 12/08/18, 08:29

A China importou 29 milhões de toneladas de carvão em julho, até 49% face ao período homólogo, o que representa o maior volume mensal desde janeiro de 2014, de acordo com a Administração Geral de Dados alfandegários.

O valor das importações subiu 63% ano a ano para 17,9 bilhões de yuans (cerca de 2,6 bilhões) em julho, mostraram os dados. http://french.xinhuanet.com/2018-08/11/c_137383262.htm
Imagens de satélite revelam que muitos projetos de usinas a carvão que foram desativadas pelo governo chinês foram retomados em silêncio. www.eco-business.com/news/china-is-buil ... wer-again /
0 x
Cum hoc ergo propter hoc ... Em outras palavras: Correlação não é causalidade.
Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6740
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 454

Re: A maior fonte de energia primária, CARVÃO

não lu mensagempela Ahmed » 12/08/18, 10:53

Os chineses ainda aplicam métodos ocidentais (por sinal, bastante originais!): Proclamam em voz alta declarações de intenções virtuosas e silenciosamente fazem como de costume ...
Em suma, eles removeram usinas de carvão antigas demais ou próximas demais das cidades e as construíram onde precisam.
0 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."




  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Os combustíveis fósseis: petróleo, gás, carvão, nuclear (cisão e fusão)"

Quem está online?

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado e convidados 2