o "Bonus-Malus" retorna ...


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Dominique de Villepin reviveu quinta-feira um forma de "bonus-malus" para os carros mais poluentes, anunciando que o documento de registo seria "baseado nos veículos poluentes" a partir de janeiro 1er.

O primeiro-ministro disse que "para 8% dos veículos, isso representará uma duplicação do valor do cartão de registro", enquanto "para outros veículos, essa medida será neutra".

De acordo com os seus serviços, apenas os veículos que emitam mais de gramas 140 CO2 por km será tributado além do custo atual do cartão cinzento: portanto, será apenas uma "pena" para os veículos mais poluentes, para pagar apenas uma vez com a compra.

O 8% dos mais altos impostos levantadas pelo primeiro-ministro são muito grandes sedans, minivans e alguns mais 4X4, que emitem mais de 200 CO2 g por km.

"Os carros maiores são mais penalizados, o ouro não é o coração da oferta de fabricantes franceses", observou quinta-feira o presidente da francesa Fabricantes de Automóveis (CCFA) Manuel Gomez.

No entanto, não haveria nenhuma penalidade ou bônus para os veículos que emitem menos gramas de 140 CO2 (20% dos veículos a gasolina e 40% dos veículos a diesel registrados em 2004).

Leia mais

Participe do fórum de discussão


comentários do Facebook

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *