Plano para a Acção Climática, Serge Lepeltier


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Por fim, o plano climático muito aguardado. Originalmente programado para o outono passado, foi apresentado em julho 22 pelo ministro da Ecologia e do Desenvolvimento Sustentável. O texto da declaração está disponível em:
http://www.ecologie.gouv.fr/article.php3?id_article=2560

E sobre as direções a ser tomadas neste ato?
A primeira observação a fazer é que a resoluta Sr. Lepeltier é temperado. De fato, as iniciativas tomadas foram amplamente corrigida e dificultada pelo Ministério da Economia e da indústria.
No entanto, os objectivos ligados a ele são claras e precisas.

No entanto, é lamentável a falta de resolução em relação a:
- A poluição emitida pelos veículos já em circulação, com uma obrigação de manutenção e obrigatória sanção relacionada com o rastreamento para contrôel técnica;
- O transporte rodoviário, que carece de uma forte política de redução das emissões de caminhões, e um parque de rejuvenescimento controles de políticas / sanções e tributação;
– du renouvellement du parc automobile et transport de l’état avec des véhicules dits « propres » ;
- A energia renovável, com um desenvolvimento do feed-in de eletricidade gerada por indivíduos.

Par contre, il est important de féliciter la mesure d’extension des « étiquettes énergie » à d’autres produits hors élecroménager. Ceci sensibilisera le consommateur, sur les économies énergétiques et pécuniaires.

Apostamos que a ação resultante será eficaz, que não existe um efeito de anúncio para uma pintura verde do governo.

Emmanuel Neumann
engenheiro advogado ambiental

PS:
Para aqueles que querem um ponto necessariamente construtiva mais crítico e não de vista:
http://www.rac-f.org/article.php3?id_article=481


comentários do Facebook

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *